Home Artigos de opinião Filomena Quinaz
Filomena Quinaz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por António de Almeida   
Sábado, 25 Dezembro 2010 13:13

Infelizmente, só celebra o Natal uma vez por ano, quando tal devia ter lugar  todos os dias!
Só nesta época do ano, nos lembrámos dos "SEM-ABRIGO", dos que vivem  a coberto da pobreza envergonhada e dos que passam privações não só no Natal, mas SEMPRE !
Vou com certa frequência a Lisboa e fico chocado ao ser confrontado com pessoas deitadas no chão, envoltas numa manta e muitas das vezes com uma garrafa de vinho ao lado !
E competamente imundas, sintoma de quem não toma banho sabe-se lá há quanto tempo !
Muitos desses sem abrigo, deve-se ao álcool, ao abandono dos seus familiares mais próximos, ao desemprego e à toxicodependência.
Acabo de ler um artigo no Expresso on-line onde um restaurante de Braga está a oferecer refeições aos mais acarenciados.
Bonita atitude de solidariedade para todos aqueles a quem a sorte foi madrasta !
Nessa notícia houve um facto que me chocou deveras.
No dizer dos dois proprietários do restaurante, não aceitam  a oferta muitos deles só porque em tempos eram bons clientes e então preferem passar fome a demonstrarem a situação em que se encontram !
E cada vez se vêem mais pessoas a tirarem  as tampas dos contentores do lixo para de lá retirarem restos de comida, roupas usadas e objectos ainda em estado muito aceitável !
A Câmara Municipal da Covilhã está a distribuir por todas as freguesias do seu concelho, cabazes de Natal pelo que me leva a admitir que tal chaga também já chegou ao "PORTUGAL PROFUNDO"
Esta uma das razões que me leva a abordar este tema neste site.
Outra, porque São Jorge da Beira, na pessoa da Filomena Quinaz, filha do professor Carlos, se tem dedicado empenhadamente no apoio aos SEM ABRIGO.
Só por este facto, este apontamento se justifica aparecer aqui inserido !
Parabéns Filomena. Não serão muitos com a vida desafogada que tem, que se envolvam neste campo de ajudar os que mais precisam !
Caso para focar, de que não é só no campo ds letras que São Jorge da Beira se distingue, mas também no da SOLIDARIEDADE !
Aqui deixo um repto à Filomena: Fale-nos um pouco da sua missão humanitária, pois certamente muito terá
que nos contar !
Finalmente, celebremos o Natal todo o ano e não só nos dias 24 e 25 de Dezembro.
 BOAS FESTAS
Tó Almeida
 

 

Ultimos utilizadores

Artigos mais populares

Estatísticas